Taiwan - primeiras impressões









Taiwan não estava nos nossos planos. O nome do país não me evocava lugares exóticos ou memoráveis. Se alguma vez me debrucei a pensar em Taiwan devo ter imaginado uma qualquer versão de Singapura ou mais um gigante aglomerado fabril asiático. Até que surgiu um voo com um preço irrecusável com direito a passagem também pela China e tudo mudou. Se os portugueses, os primeiros “turistas” a pôr o pé na ilha em 1544, lhe tinham dado o nome de Formosa, a ilha lá teria de ter os seus atributos. E tinha, claro que tinha. Porque se um português, sortudo o suficiente para ter nascido num dos países mais bonitos e completos do mundo, dá tal nome a um país, o nível de beleza tem de estar ali bem perto do “infinitos” com que se acabava qualquer discussão de números quando éramos miúdos.




A colonização pelos holandeses deixou-lhes de herança a simpatia e descontração, dos chineses a voraz apetência para o trabalho (uma média de 70 horas semanais) e dos japoneses ficou a organização, a limpeza e educação. Mas o desconcertante desassombro com que enfrentam a estranha situação de limbo político em que vivem há tantos anos, bem, esse não tenho ideia de onde virá.


Para um país pouco maior que a Bélgica a concentração de templos quer Budistas quer Taoistas está ao nível da concentração de açúcar num pastel de Tentúgal. E se os segundos nos aumentam as ancas os primeiros, definitivamente, aumentam-nos o tamanho das pupilas tal o deslumbre com telhados forrados com dragões coloridos, Budas dourados, paredes com caracteres curvilíneos e altares com espirais de incenso.  
Taipei 101

Mas nem só de templos, arrozais e pessoas de bicicleta com chapéus em bico vive Taiwan. O tradicional coabita harmoniosamente com edifícios vidrados gigantes, Starbucks e 7 Eleven´s literalmente em cada esquina e marcas mundiais made in Taiwan como a Asus, a Acer ou a HTC. Tudo mesclado numa explosão de sabores como se de um rolinho primavera com molho agridoce se tratasse. Assim, sem hiatos. Sem atropelos. Sem pressas.

Nota: Em breve publicamos o nosso roteiro.
Para terem acesso ao regabofe completo sigam-nos no Instagram Mundo Magno

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.