Os lagos de montanha mais bonitos da Suíça

(Atualizado em 2021)

Os lagos de montanha são uma das coisas mais únicas da Suíça e a minha grande motivação para caminhar os quilómetros que forem necessários para lá chegar.

O efeito visual provocado pela moldura de picos nevados, as cores para as quais a pantone ainda não inventou nome e os mergulhos depois de uma caminhada são uma das melhores experiências a vivenciar no país. E porque há mais de 7000 lagos espalhados pelas montanhas a tarefa de escolher os meus favoritos não foi exatamente fácil, mas cá vai:



Oeschinensee:

Este lago, no cantão de Bern, é um dos lagos mais visitados do país por três motivos, é efetivamente muito bonito, o acesso é fácil e fica perto de um dos lagos mais conhecidos, o Blausee.

É um bom sítio para parar a caminho do Lauterbrunnen ou de Grindelwald (é um pequeno desvio de cerca de 40Km).

Dá para visitar quer no verão quer no inverno. No inverno, aliás, fica gelado e dá para caminhar em cima do lago. É uma experiência incrível, particularmente quando não há neve por cima do lago e dá para ver mesmo o gelo.


Morada: Öschistrasse 50, 3718 Kandersteg/ GPS 46°29’49.7″N 7°40’55.8″E

Transporte Público: apanhar o comboio até Kandersteg e depois caminhar 1 km até ao teleférico.

Caminhada: Saindo do teleférico, que custa 30 CHF/ metade com SBB, são 2 km de caminhada a descer até ao lago. A meio da caminhada o trilho divide-se em duas possibilidades. Em frente vai mais a direito e com uma estrada diretamente até ao lago, pela esquerda vai por dentro da floresta. Esta segunda versão é a minha preferida.

 


Stellisee:




É o espelho favorito do Matterhorn. Fica a 2537 metros e fica integrado no mais bonito trilho na zona de Zermatt, o "five lakes trail". Para lá chegar é necessário apanhar um funicular em Zermatt, seguido de um teleférico e 20 minutos de caminhada. O resto do trilho, com os restantes quatro lagos, o Grindjisee, o Günsee, o Moosjisee e o Leisee, implicam uma caminhada de 9,8 km.


Morada: Zermatt

Transporte Público: comboio até Zermatt e caminhar 10 minutos até ao funicular de Sunnega.

Caminhada: Começa em Blauherd (apanhar o funicular até Sunnega e depois o teleférico até Sunnega) e termina em Sunnega. Depois é só seguir os sinais a dizer “5-seenweg”.

 



1      Gelmersee






Este lago é um dos meus favoritos não só pelo lago em si, com uma cor azul glaciar do outro mundo, mas também pelo acesso ao lago que passa por uma viagem no funicular aberto mais inclinado do mundo, o Gelmerbhan.

Importante: O funicular só leva 24 pessoas de cada vez e está aberto do fim de maio ao fim de outubro. É importante reservar o bilhete com antecedência porque esgotam rápido. O bilhete custa 32 CHF por adulto e 12 CHF por criança (não são aceites cartões SBB ou junior card).

Caso não queiram apanhar o funicular ou não tenham conseguido bilhetes, é possível caminhar até ao lago desde Guttannen, numa caminhada de cerca de 1 hora.

 

Morada: Grimselstrasse, Guttannen, Cantão Bern/ GPS  46°36’43.4″N 8°18’33.6″E

Transporte Público: comboio até Meirigen e daí um autocarro até Handegg Gelmerbhan.

Caminhada: a caminhada à volta do lago tem 4,5 Km e demora cerca de 2 horas.


1     Pizol Wildsee





Este lago é o primeiro na caminhada dos 5 lagos do Pizol (5 Seen           Wanderung).

Esta caminhada é provavelmente a caminhada com mais gente em toda a Suíça, mas compreende-se porquê, os lagos são lindíssimos, especialmente o primeiro, o Wildsee.

 

Morada: Letzistrasse 7323 Vilters-Wangs

Transporte Público: Apanhar o comboio até Sargans, Bahnhof, seguido de um autocarro até  Wangs, Pizolbahn. 

Caminhada: A caminhada completa são 10 km que levam 4 a 5 horas a fazer. Para ir só até ao primeiro lago e voltar para trás são 2,5 Km praticamente sempre a subir (acentuadamente) à ida.


              Näfels Obersee





Este lago de montanha verde esmeralda fica no cantão de Glarus a 1 hora de Zurique. Além de lindo vem com o bónus de um percurso de rally em montanha para lá chegar :D Pronto, não é bem assim, mas para chegar ao topo da montanha é preciso subir uma estrada com curvas e contracurvas e apenas com espaço para um sentido mas que na prática funciona com dois. Mas calma que apesar de tudo vai tendo vários sítios para encostar e deixar os outros carros passar.

 

Morada: Oberseestrasse, 69, 8752 Näfels/ Coordenadas GPS: 47°05’17.6″N 9°01’16.5″E

 Transporte público: não há transporte público entre Näfels e o lago.

Caminhada: O lago tem um pequeno percurso de 2,5 Km muito bom para fazer com crianças, incluindo com carrinho.


1           Engstlensee





Este lago vem com o bónus de o acesso se fazer por um vale que parece ser retirado de um filme do Senhor dos Anéis. É como que um Lauterbrunnen mas em melhor. Sem turistas, sem infraestruturas, sem qualquer aditivo e uma overdose de beleza natural.

Para entrar no vale é preciso subir uma montanha e no cimo, à entrada do vale, há um pequeno café onde se vende a “portagem” da estrada. Sim, a estrada é privada e pertence a várias famílias que vivem no vale. O paraíso custa apenas 8CHF de entrada por carro.

Ao longo do percurso até ao lago vão encontrar dezenas de cascatas, cada uma mais exuberante do que a outra, e centenas de marmotas a correr pelos campos.

 

         Morada: Engstlenalp, 3862 Innertkirchen ou Gps 46.775768, 8.344038

Transporte Público: Apanhar o comboio até Meiringen e depois outro comboio até Innertkirchen Grimseltour. A seguir apanhar o PostAuto bus até Engstlenalp. Existem poucos autocarros por dia por isso é preciso ter cuidado com o planeamento das horas.

.Caminhada: existem vários percursos, desde um mais pequeno que dá a volta ao lago, com apenas 1, 7 Km, até outros de várias horas.


1      Riffelsee






Este lago tem uma das melhores vistas para o Matterhorn e é daqueles    sítios a não perder numa visita à zona de Zermatt.       

Começa tudo com uma viagem num comboio de cremalheira até Gornergratt, aos 3100 metros (118 CHF/ metade com cartão SBB). Basta depois caminhar 15 minutos para chegar ao lago.

 

Morada: Gornergrat Bhan Bahnhofpl. 1, 3920 Zermatt

Transporte público: Comboio até Zermatt sair e atravessar a estrada para a estação de Gornergrat e subir até Rotenboden ou Gornergrat.

Caminhada: sair em Rotenboden e caminhar 5 minutos até ao lago e depois subir até Gornergratt ou vice-versa.


1           Bachalpsee




Toda a zona de Jungfrau é de cortar a respiração com as cordilheiras, lagos alpinos e caminhadas e merece bem 4 ou 5 dias de visita. Mas se só tiverem um dia este é o lago e a caminhada que não podem perder.

A caminhada é normalmente possível de final de maio até outubro e tem o bónus do famoso e vertiginoso First Cliff Walk logo no início.


         Morada: Dorfstrasse 187, 3818 Grindelwald

Transporte público: existe comboio até Grindelwald e depois são 10 minutos a caminhar até ao teleférico de First.

Caminhada: 6 km ir e vir do teleférico até ao lago com umas pequenas subidas mas nada de muito complicado.



Acrescentavam mais algum lago à lista?


Sigam-nos no Instagram e no Facebook

4 comentários:

  1. Que lugar incrível! Em geral os acessos aos lagos são feitos por teleférico? Poderia dizer em média os valores? Obrigada

    ResponderEliminar
  2. Olá Natália! É possível visitar todos estes lagos a pé ou de teleférico com exceção do Seealpsee em que basta uma caminhada de 20 minutos. Os preços dos teleféricos dependem de ter ou não um Swisspass (o que aconselho vivamente a quem visita a Suíça). Com swisspass a maior parte dos teleféricos fica entre 20 e 30 CHF e é grátis para crianças até aos 6 anos. :)

    ResponderEliminar
  3. 20 30 Che cada teleferico,coom swisspass?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o Swisspass dá desconto de 50% na maioria dos teleféricos. Em regra só os teleféricos privados não aceitam swisspass, mid tarif e AG.

      Eliminar

Com tecnologia do Blogger.